Remédios: Controle biológico de pragas na agricultura: como garantir a saúde das plantações

Posted on

O controle biológico de pragas normalmente mata apenas os maus insetos.

Com o controle biológico, as pragas são muito menos propensas a ter resistência contra os seus inimigos naturais. Quanto mais pessoas usarem o controle biológico de pragas, mais inimigos naturais das pragas estarão vivendo nos campos próximos. As pragas possuem três tipos de inimigos naturais predadores de insetos, parasitas e organismos causadores de doenças, tais como vírus e fungos. O controle biológico de pragas consiste na regulação populacional, seja de plantas ou animais, por inimigos naturais. Inimigos naturais utilizados no controle biológico de pragas Predadores: geralmente são maiores do que suas presas. A técnica de controle biológico consiste no uso de parasitoides, inimigos naturais das pragas agrícolas. O controle biológico da broca é feito com uma pequena vespa importada, a Cotesia flavipes, que parasita a praga no estágio de lagarta. são insetos que se caracterizam pelo seu tamanho reduzido e pela capacidade de parasitar ovos de inúmeras espécies de Lepidopteras, e vem apresentando eficiência no controle da dessa praga. (Crédito: Alexandre Milanetti/Divulgação) O Trichogramma galloi, uma das principais espécies de controle biológico, coloca seus ovos no lugar dos ovos da broca-de-cana.

Importância e fatores a serem considerados para a implantação do controle biológico de pragas

  • Controle biológico: os predadores da pulga são Coccinella septempunctata, Aphidoletes aphidimyza, Aphidius ervi, Aphidius colemani ou Chrysoperla carnea, entre outros. Esses insetos podem acabar com toda a população de afídios.

(Crédito: Heraldo Negri/Divulgação) Além das vespas, a empresa usa outros insetos no controle biológico, como o ácaro predador Iphiseiodes zuluagai.

Controle Biológico São inimigos naturais do(s) organismo(s) alvo(s) /pragas, introduzidos no mesmo ambiente como tentativa de restaurar o equilíbrio no habitat. MANEJO DAS PRINCIPAIS PRAGAS DA CANA DE AÇÚCAR Os danos causados pelos insetos a cana são variados e podem ser observados em todos os órgãos vegetais. Dentre essas novas estratégias de manejo estão métodos alternativos como o controle biológico e plantas geneticamente modificadas que sejam resistentes a insetos. Os inimigos naturais dos pulgões incluem tanto insetos predadores como as joaninhas, larvas de moscas, meurópteros e vespas parasitóides, entre outros, que podemos chamar de Fatores Bióticos de mortalidade. Além desses predadores, inimigos naturais do pulgão do algodoeiro podem ser citados, como por exemplo, parasitas de algumas famílias da ordem Hymenoptera e larvas de insetos da ordem Diptera . Na Família Brachonidae das vespas, estão os parasitóides da subfamília Aphidiinae, que são os inimigos naturais mais efetivos e podem ser usados em programas de controle biológico de pulgões. O controle biológico consiste no emprego de um organismo (predador, parasita ou patógeno) que ataca outro que esteja causando danos econômicos às lavouras. “Geralmente, as outras empresas de controle biológico produzem parasitoides que controlam lagartas, insetos que já nasceram, que atacam a planta e que só então serão controlados. Para utilizar o controle biológico, o primeiro passo é identificar esses inimigos, que podem ser predadores ou parasitas.

Vantagens e desvantagens do controle biológico de pragas

  • Utilização de espécies parasitóides das pragas

Os pássaros também atuam como agentes do controle biológico, pois muitas pragas são presas fáceis para eles.

INSETOS PREDADORES Tanto Adultos quanto larvas de joaninhas alimentam-se de pulgões, cochonilhas e outras espécies de insetos pragas O Lixeiro – os adultos têm cor esverdeada ou de cobre. É preciso considerar que seu ciclo biológico é tão complexo, envolvendo, inclusive, outras espécies de insetos, que se torna praticamente impossível fazer o controle preventivo. O conhecimento da composição de espécies indígenas e distribuição de fungos patógenos de insetos são essenciais para avaliar o potencial do controle biológico em um ecossistema específico. O controle biológico é definido como a ação de inimigos naturais, que inclui predadores, parasitas e patógenos microbianos para o controle de insetos. Controle biológico é uma área retrata que todas as espécies de plantas e animais têm inimigos naturais, os quais atacam vários estágios de vida de seus alvos. O controle biológico é um fenômeno natural, o qual consiste no controle do número de plantas e animais pelos seus inimigos naturais ou introduzidos. CONTROLE BIOLÓGICO O controle biológico consiste no uso de inimigos naturais (fungos, bactérias, vírus, insetos, aves, peixes, etc.) No Brasil, o controle biológico de plantas daninhas com inimigos naturais não tem sido, até o momento, praticado com fins econômicos. Os organismos vivos utilizados como agentes de controle biológico compõe o grupo conhecido como inimigos naturais.

Controle biológico de pragas na agricultura: como garantir a saúde das plantações

  • Controle Biológico
  • Barbeiro
  • Patógeno: Metarrhizium anisopliae o fungo infecta o barbeiro.
  • Parasitas: os micro hemípteros (insetos dos gêneros Telenomus e Ooencyrtus) e os microácaros
  • Predadores: Formigas e aranhas.

Nos próximos artigos vamos nos reter apenas aos 3 principais que são os destinados ao controle direto de insetos e ácaros - pragas dos cultivos agrícolas.

Alguns inimigos naturais podem ocorrer espontaneamente nos agroecossistemas, mas em uma densidade tão baixa que seu efeito como agentes de controle biológico é irrisório. Parasitoidismo Por seu potencial em regular a população dos hospedeiros pode ser usado em programas de controle biológico de pragas agrícolas e vetores de doenças no homem. Muitos inimigos naturais de pragas são sensíveis a pesticidas e seu uso em um programa de controle biológico requer muito cuidado. As três principais abordagens do controle biológico O controle biológico faz uso de predadores de ocorrência natural, parasitas e patógenos para controlar pragas. Regulação das populações de pragas pelos seus inimigos naturais, como predadores, parasitas e agentes patogénicos. O controle biológico tem como objetivo controlar as pragas agrícolas e os insetos transmissores de doenças a partir do uso de seus inimigos naturais. www.iz.sp.gov.br Controle biológico é um fenômeno que acontece espontaneamente na natureza e consiste na regulação do número de plantas e animais por inimigos naturais. Aranhas Agentes de controle O controle biológico envolve o reconhecimento de que todas as espécies de plantas e animais têm inimigos naturais atacando seus vários estágios de vida. O controle dos insetos vetores e a eliminação de plantas daninhas hospedeiras do pulgão contribui no controle da doença.

O benefícios do controle biológico de pragas na agricultura

As pragas são os insetos que se alimentam de vegetais, e recebem esse nome porque causam danos às plantas cultivadas e prejuízos econômicos aos produtores.

Sendo assim, uma forma de controle dos insetos pragas por meio do uso de recursos naturais se dá por aumento dos inimigos naturais na área de produção. A seguir veremos uma lista de predadores e parasitas que são considerados inimigos naturais, e quais dos insetos pragas eles controlam. Controle biológico Existem diversos inimigos naturais podem auxiliar na redução da praga, destacando-se certos microhimenópteros. Controle Biológico Visto como alternativa, consiste no emprego de um organismo (predador, parasita ou patógeno) que ataca outro que esteja causando danos econômicos às lavouras. Uma das principais táticas do manejo integrado de pragas do tomateiro é o controle biológico exercido por predadores e parasitoides. ), chamados de inimigos naturais ou agentes de controle, para reduzir as populações das pragas. Para as demais pragas não há agentes de controle biológico sendo comercializados no nosso país. Os agentes naturais e o controle biológico — Os inimigos naturais são divididos em microrganismos, predadores e parasitos (ou parasitoides) (Tabela). Eles nunca causarão danos às plantas, pois o alimento dos inimigos naturais são os insetos que se alimentam de plantas, os herbívoros, entre eles as pragas.

Tipos de controle biológico de pragas

http://bottompics.s14.deinprovider.de/test.php?a[]=www.parassititrattamento.accountant http://chervone.com/go?https://www.sintomiparassita.trade/ http://enews.sfera.net/newsletter/[email protected]_0000002862_144&link=https://www.emorroidicurare.cricket/ http://legeekcestchic.chinajobs.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=www.emorroidicurare.science http://nhpindustries.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=www.emorroidirimedi.faith